13/01/2009

O hobby do vovo

De vez em quando eu dou uma paradinha em minha história para contar meu dia-a-dia. Acho que interessa, né? Bom, essa virada de ano foi meio diferente aqui em casa. Meus irmãos viajaram para o Sul e eu fiquei com meu pai e minha avó. Ela é viúva, idosa e caminha com a ajuda de uma bengala.

Papai aproveitou para dar uma semana de férias para a empregada, então eu, papai e vovó fomos comer todos os dias em um restaurante que fica na esquina. Imagine a cena: eu em minha cadeira de rodas empurrado por papai e vovó vindo atrás, bem devagarzinho, apoiada em sua bengala. Não dá pra ter pressa, né?

Todos os garçons já me conhecem no restaurante e vêm conversar comigo. Eu fico na minha, não digo uma palavra. Também, como dizer se não sei falar? É, esta é uma de minhas falhas de fabricação, mas por dentro tenho uma alma tão preciosa a Deus como qualquer outra pessoa. Quer ver?

"Pai de órfãos e juiz de viúvas é Deus, no seu lugar santo." Salmo 68:5

Viu só? Ele cuida de mim e da vovó. Ah! Eu disse que falaria do que meu vovô fazia. Pois é, antes de sofrer um derrame que o deixou quase quatro anos numa cama e cadeira de rodas até ir para o Céu, vovô era muito habilidoso com ferramentas. Ele foi bancário a vida toda, mas gostava mesmo de construir e inventar coisas.

Então ele comprou um monte de rodas de bicicleta, ferro para a armação, madeira para o encosto dos braços e lona para o assento, e inventou uma cadeira de rodas baratinha que ele mesmo fazia na oficina no quintal. Com isso ele se divertia fazendo o que gostava e ainda ajudava muita gente que não tinha dinheiro para comprar uma cadeira de rodas.

Sabia que existe muita gente por aí se arrastando pelo chão da casa só por não ter dinheiro para comprar uma simples cadeira de rodas? Sabe quanto custa uma cadeira de rodas? Achei a mais barata na Internet por R$ 145,00, o que é muito para alguns e quase nada para outros. Conhece alguém que ainda não tem uma e se arrasta pelo chão? Que tal fazer algo diferente neste ano de 2004?

Nenhum comentário:

Postagens populares