04/01/2011

O que voce faria comigo?

Outro dia meu pai assistiu "A Casa Caiu", com Steve Martin. O ator faz o papel de um advogado que conhece uma mulher na Internet e a convida para jantar em sua casa. Só que, quando ela chega, não é nada do que ele esperava! A dona é uma presidiária que fugiu e o advogado quer mais é se livrar dela. E eu? O que você faria comigo?

Estou perguntando porque você também me conheceu pela Internet e sabe como sou. Não teria sido melhor terem se livrado de mim antes de eu nascer? Vou contar algo que aconteceu. Um dia um colega de meu pai contou que a namorada tinha ficado grávida e eles estavam pensando em procurar alguém para fazer um aborto. Sabe como é, interromper a gravidez, deletar o embrião.

A sugestão de meu pai chocou o colega, mas a intenção era isso mesmo. Ele disse para deixarem o bebê nascer e matá-lo depois, se não gostassem da criança. O cara até mudou de cor. Resultado: meu pai foi convidado para o casamento deles e meses depois um garotão vinha ao mundo. Deve estar com mais de vinte anos de idade hoje e talvez até esteja lendo isto aqui.

Agora vou voltar à minha pergunta: O que você faria comigo? É, comigo mesmo, o Pedrão aqui. Como você sabe, apesar de ser muuuito simpático, não sou lá o garoto mais perfeito do mundo. Nasci cego, sofro de paralisia cerebral, não ando, não falo, não contribuo nem um pouco para a sociedade, se considerarmos  um ponto de vista nazista. Se descobrissem que eu seria assim, que só saberia cantar "A gente somos inútel", por que não me deletar antes de nascer? Você faria isso?

Tudo bem que você poderia dizer que eu ainda não seria o Pedro Persona que você conhece aqui, mas apenas o Feto Persona, alguém incapaz de entender as coisas. Bem, a verdade é que ainda sou incapaz de entender um montão de coisas, mesmo sem me chamar Feto. Ok, você não faria isso com o Feto Persona porque ele um dia poderia se tornar no Pedro Persona e ganhar este blog maneiro aqui, né?

Hummmm.... e se eu fosse mais novinho, digamos, tivesse apenas um corpinho começando a se formar, um fetinho titiquinho ainda. Também não faria? É, eu acho que não devia fazer mesmo, porque mesmo assim eu ainda seria um ser humano. Pequeninho, mas humano. Não seria nem porquinho, nem cachorrinho e nem um verminho, mas um humaninho. O artigo terceiro da Declaração Universal dos Direitos Humanos diz que toda pessoa tem direito à vida. Não fala de ratos ou baratas, mas de pessoas.

Bem, acho que mesmo quando eu era uma pessoinha - que depois iria virar um personinha - eu tinha direito à vida, mesmo com meus defeitinhos. Não seria muito educado me maltratar, me privar de meios para terminar minha gestação, tirar pedacinhos de mim para dar a outras pessoas ou me condenar à morte só porque meu nome ainda era Feto Persona, não é mesmo?

Hummmm.... tive outro pensamento. E seu eu ainda não pudesse ser chamado de Feto Persona, mas fosse tão pequenininho, que meu nome ainda fosse Embrião Persona, um tiquinho de gente formado por um punhadinho de células tronco e outras. O que você faria comigo?

------
Atualização: Este texto foi escrito em 2011, porém um ano mais tarde dois especialistas italianos viriam a defender o "aborto pós parto", que nada mais é do que matar o bebê caso ele venha com algum defeito. O artigo foi publicado em http://jme.bmj.com/content/early/2012/03/01/medethics-2011-100411.full Deve-se lembrar que na sociedade romana de há 2 mil anos era aceitável abandonar bebês do sexo feminino ou deficientes à beira das estradas para serem comidos pelos cães. Os cristãos do primeiro século surpreendiam os pagãos ao recolherem esses bebês e cuidarem deles.

"Pois possuíste os meus rins; cobriste-me no ventre de minha mãe. Eu te louvarei, porque de um modo assombroso, e tão maravilhoso fui feito; maravilhosas são as tuas obras, e a minha alma o sabe muito bem. Os meus ossos não te foram encobertos, quando no oculto fui feito, e entretecido nas profundezas da terra.  Os teus olhos viram o meu corpo ainda informe; e no teu livro todas estas coisas foram escritas; as quais em continuação foram formadas, quando nem ainda uma delas havia. E quão preciosos me são, ó Deus, os teus pensamentos! Quão grandes são as somas deles! Se as contasse, seriam em maior número do que a areia; quando acordo ainda estou contigo." Salmo 139:13-18 

Agora dedique 13 minutos de seu tempo para assistir essa animação de como você passou a existir, da hora zero aos nove meses. 



Comentários? Deixe os seus no formulário mais abaixo.

Pedrão, o Campeão
SYLVIA MARIA CALIPO e DENISE MILARE

No Livro e Mostrado a Familia Saindo de Ferias Para a Praia e Como os Primos de Pedro Descobrem que a Cadeira de Rodas Pode Virar um Otimo Carro de Corrida.

4 comentários:

Selma Koisas&Koisas disse...

Impressionante como nossas historias se parecem.Qdo gravida de meu filho de 28 anos,no pré natal ,o medico me chamou e disse:precisa tirar esse bebe,vai nascer com problemas serissimos,pode nunca andar ,nem falar,apenas vegetar,isso trará um incomodo muito grande,e eu não esperei ele continuar,disse : eu vou ter meu filho.3 meses após nascia um menino lindo e até hoje é, serve ao Senhor e Louvado seja Deus por isso.Pedrão amei seu blog ,serei seguidora sempre sempre.Abraços

Selma Koisas&Koisas disse...

Impressionante como nossas historias se parecem.Qdo gravida de meu filho de 28 anos,no pré natal ,o medico me chamou e disse:precisa tirar esse bebe,vai nascer com problemas serissimos,pode nunca andar ,nem falar,apenas vegetar,isso trará um incomodo muito grande,e eu não esperei ele continuar,disse : eu vou ter meu filho.3 meses após nascia um menino lindo e até hoje é, serve ao Senhor e Louvado seja Deus por isso.Pedrão amei seu blog ,serei seguidora sempre sempre.Abraços

elizete morais disse...

Como esse menino é feliz , vejo a felicidade estampada no sorriso dele , infelizmente existem milhares de crianças que não tem o privilégio de estar numa família tão abençoada , Pedro apesar de tudo q passou é um garoto de muita sorte , onde estaria ele se não estivesse aí , neste lar maravilhoso , parabéns a família Persona por este gesto tão altruísta de resgatar uma vida , q bom se existissem mais famílias como esta , um abraço Pedro sou ainda mais sua admiradora , bom dia !!!!!!!!!!!!!!

rozaniamoraes disse...

Maravilhoso... sem mais palavras...

Postagens populares